Curso de vôo Livre - Parapente
Vamos esclarecer algumas dúvidas sobre nossos cursos. Caso ainda hajam dúvidas, contate nossa loja (11) 4402-4095
Segurança de Vôo e Psicologia aplicada ao Aerodesporto
  NOTÍCIAS
   
DATA:29/08/2008

     A Psicologia aplicada ao Aerodesporto possui, dentre outros objetivos, o interesse em dissiminar a Filosofia de Segurança de Vôo e quando nos referimos a atividades de Segurança de Vôo, somos levados a pensar primeiramente em Prevenção de Acidentes, pois, é através da efetivação deste trabalho que iremos minimizar as possibilidades de falhas e assim preservar recursos humanos e materiais.

     Os elementos trabalhados nesta atividade são compostos pelo Homem, com todas as suas características individuas, potencialidades e limitações, o Meio Ambiente com suas atuações previsíveis e imprevisíveis, a Máquina, ou seja, o equipamento utilizado, e a Organização atuante com suas normas, regras e sua cultura. Estes elementos se retroalimentam e para que a atividade aerodesportiva flua com Segurança é necessário que haja um equilíbrio entre os mesmos e é exatamente este equilíbrio que tentaremos alcançar, trabalhando diretamente nos elementos Homem, Máquina e Organização através de Avaliações Psicológicas, Palestras Informativas, inclusão da Filosofia de Segurança de Vôo em aulas teóricas e práticas e, se necessário, acompanhamento psicológico, dentre outros recursos utilizados em prol da Segurança de Vôo.

     E para que isto ocorra é necessário que a comunidade do aerodesporto esteja consciente de que a Prevenção é estimulante da atividade aerodespotiva e não uma ação restritiva ao vôo, pois a sua finalidade é fazer com que a operação se desenvolva dentro de normas e parâmetros pré-estabelecidos, permitindo que a atividade aerodesportiva seja realizada sem interrupções, com uma análise efetiva dos riscos inerentes e com o máximo de Segurança.

Passos para um Vôo Seguro:

1) Obtenha o conhecimento, leia os manuais e doutrine-se;

2) Treine, treine e treine. Conhecimento agregado a prática o torna competente e o leva a perfeição;

3) Esteja aberto as possibilidades de erros, admitindo-o, identificando-o, gerenciando suas consequencias e aprendendo com eles;

4) Tenha conhecimento de suas características pessoais, suas potencialidades e limitações, pois estas influenciam na qualidade de seu vôo;

5) Respeite as condições da natureza, ela impõe e cabe a nós obedecê-la;

6) E por fim, pense sempre em um Vôo Seguro, agindo com profissionalismo e competência. Não esquecendo que seu melhor equipamento de Segurança é você.

Pensamento:

" O vôo livre coloca o piloto como um administrador sistêmico, com uma cabeça inteligente que escolhe a todo instante inúmeras possibilidades. Os informes contidos nestas possibilidades são canalizados e comparados com outros dados armazenados na memória do mais leve, complexo, desconhecido e magnífico computador disponível: o HOMEM".

Tenhamos sempre um Bom Vôo...

VOE SEGURO

   VOE PARAGLIDER BRASIL !!!

 Psicóloga Rafaella Lobão - Elemento Credenciado Fator Humano Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos - Facilitadora em Gerenciamento de Recursos de Equipe.